Delegação Brasileira alcança o 1° lugar entre os países latino-americanos e o 5° entre os 70 países participantes.

Nas duas cerimônias de premiação da Intel ISEF (International Science and Engineering Fair), nomeadas “Special Awards Ceremony” e “Grand Awards Ceremony”, nove estudantes brasileiros marcaram presença conquistando oito prêmios e uma menção honrosa. Os estudantes competiram por mais de US $ 4 milhões em prêmios e foram julgados pela sua capacidade criativa e pensamento científico, rigor, competência e clareza mostrada em seus projetos. Esses jovens cientistas fazem parte da Delegação Brasileira, composta por 33 estudantes, representando 21 projetos que foram finalistas das duas principais feiras nacionais – FEBRACE (São Paulo, SP) e MOSTRATEC (Novo Hamburgo, RS), e também da Escola Americana de Campinas.

A Intel ISEF faz parte de um programa da Society for Science & the Public e da Intel Foundation (http://www.societyforscience.org/) e é uma Feira Internacional de Ciências e Engenharia realizada anualmente em maio, nos EUA, que gera uma competição entre estudantes pré-universitários baseada na demonstração de talento por meio da apresentação de projetos e pesquisas desenvolvidos por eles.

O principal objetivo é identificar, valorizar e gerar oportunidades para jovens talentosos em Ciências e Engenharia do mundo todo. Para participar, o estudante precisa ser indicado por uma das feiras credenciadas ao redor do mundo.

Desde 1950, um Estado norte-americano diferente hospeda a feira. Neste ano, a 63a edição da feira foi em Pittsburgh, na Pensilvânia, de 13 a 18 de maio, e reuniu 1.500 estudantes de 70 países. Para recebê-los, a organização da Intel ISEF contou com uma estrutura que envolveu cerca de 1000 voluntários, 150 intérpretes e 900 avaliadores – todos com titulação de Ph.D.s ou equivalente – para julgar os melhores projetos.

Em 2011, a Intel ISEF foi realizada em Los Angeles, na Califórnia e os estudantes brasileiros selecionados trouxeram para casa 12 prêmios, conquistando, assim, o primeiro lugar entre os países latino-americanos e o quinto no geral. Neste ano de 2012, os estudantes trouxeram nove prêmios para o Brasil, conquistando novamente o primeiro lugar entre os países latino-americanos e o quinto entre os 70 países participantes.

Conheça os estudantes brasileiros vencedores da Grand Awards Ceremony (18/05/12):

Eduardo Thadeu Rodrigues, 19, e Juliana Hoch, 18, Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, Novo Hamburgo - RS, com o projeto “Facilitando a conservação da vida - Alternativas de separação de Ácido Lactobiônico e Sorbitol”, selecionado pela MOSTRATEC, conquistaram o Terceiro Lugar em Bioquímica, ganhando US$ 1000,00.

Leonardo de Oliveira Bodo, 17, Colégio Dante Alighieri, São Paulo - SP, com o projeto “Tecendo saúde: a tecitura de novos fármacos a partir da teia de aranhas III”, selecionado pela FEBRACE, conquistou o Quarto Lugar em Bioquímica, ganhando US$ 500,00.

Daniel Henrique Fiala, 19, Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, Novo Hamburgo - RS, com o projeto “EMEPED - Software de avaliação de prioridade de risco na emergência pediátrica”, selecionado pela MOSTRATEC, conquistou o Quarto Lugar em Ciências da Computação, ganhando US$ 500,00.

Ana Luisa Lopes Marques Coutinho*, 15, Colégio Paraíso, Juazeiro do Norte - CE, com o projeto “Reutilização de garrafas pet na construção de sistema de irrigação”, selecionado pela MOSTRATEC, conquistou o Quarto Lugar em Botânica, ganhando US$ 500,00.

*Estudante que foi finalista da FEBRACE 2011 e bolsista de Iniciação Científica Junior CNPq/FEBRACE 2011.

Felipe Soares Wolff, 17, e Hilário Zornitta Junior, 19, Instituto Federal Catarinense Campus Camboriú, Camboriú – SC, com o projeto “Escolha da solução ideal do vinagre de banana para captura da mosca das frutas”, selecionado pela MOSTRATEC, conquistaram o Quarto Lugar em Botânica, ganhando US$ 500,00.

Conheça os estudantes brasileiros vencedores da Special Awards Ceremony (17/05/12):

Leonardo de Oliveira Bodo, 17, Colégio Dante Alighieri, São Paulo - SP, com o projeto “Tecendo saúde: a tecitura de novos fármacos a partir da teia de aranhas III”, selecionado pela FEBRACE, conquistou o prêmio da Agilent Technologies, ganhando um estágio de verão pago em uma de suas unidades alinhadas a linha de pesquisa do estudante.

Julia Cavrell Garcez, 18, American School of Campinas, Campinas – SP, com o projeto “Fungal Enzymes for Bio-Ethanol”, selecionado pela Escola Americana de Campinas, conquistou o prêmio da Agilent Technologies, ganhando um estágio de verão pago em uma de suas unidades alinhadas a linha de pesquisa da estudante.

Eduardo Thadeu Rodrigues, 19, e Juliana Hoch, 18, Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, Novo Hamburgo – RS, com o projeto “Facilitando a conservação da vida - Alternativas de separação de Ácido Lactobiônico e Sorbitol”, selecionado pela MOSTRATEC, conquistou o Quarto Lugar do Prêmio oferecido pela American Chemical Society, ganhando US$ 1.000,00.

Marcos Vinicius Silva Amorim, 19, Colégio de Aplicação Emmanuel Leontsinis, Rio de Janeiro – RJ, com o projeto “Do lixo ao luxo: síntese de materiais nanoestruturados (MOF-5) a partir de garrafas PET”, selecionado pela FEBRACE, conquistou uma Menção Honrosa.

ATENDIMENTO À IMPRENSA

FEBRACE
Elena Saggio
(11) 3091-5667
elena@lsi.usp.br

ACOMPANHE A FEBRACE

Site: www.febrace.org.br
Blog: www.criaeinova.wordpress.com
Flickr: www.flickr.com/photos/febrace
Facebook: www.facebook.com/febrace
Twitter: @febrace
Youtube: www.youtube.com/user/febrace

Voltar aos Press Releases