Primeiro celular com tecnologia (software) 100% nacional é apresentado em São Paulo

Em evento que aconteceu no Grand Hyatt São Paulo no último 31 de maio, foi apresentado o primeiro celular com tecnologia (software) 100% nacional desenvolvido pelo LSI (Laboratório de Sistemas Integráveis) da Escola Politécnica da USP – com apoio do LSI-TEC (Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico) – e pela Zetta Technologies em parceria com a LG Electronics Brasil.

Pouco antes da cerimônia que homenageou as instituições governamentais, empresariais e pesquisadores da USP, o Ministro Hélio Costa, das Comunicações, presenciou a demonstração da nova tecnologia que já está em funcionamento nos aparelhos para exportação (América Latina) e que será incorporada em breve nos celulares LG comercializados no Brasil.

Placas

Em homenagem ao incentivo à pesquisa e desenvolvimento na Ciência e Tecnologia, foram entregues placas ao Governo Federal, ao presidente da LG Electronics do Brasil Sr. Choong Bong Cho, ao presidente da LG Electronics Móbile Handset R & D Center Sr. Woo Young Kwak, ao professor João Antonio Zuffo, presidente do LSI-TEC e ao sr. Sidney Youn, da Zetta Technologies.

Vantagens da Nova Tecnologia

Por conta desse desenvolvimento, hoje os engenheiros brasileiros são capacitados a desenvolver outros SW para novos modelos de celulares da segunda geração (2,5 G). Segundo Nilton Morimoto, diretor do LSI-TEC, o treinamento desses engenheiros brasileiros consistiu em um período de treinamento teórico juntamente com um treinamento prático intensivo. “Ou seja, parte no centro de desenvolvimento da LG na Coréia e parte no Brasil, com instrução dada por consultores especializados coreanos” - completou.

Para o presidente do LSI-TEC, professor João Antonio Zuffo, além de o projeto já ter formado 35 engenheiros e cientistas da computação, vai permitir ao Brasil a condição de ser um provedor de tecnologia e não somente um usuário de tecnologia de software para celulares. “Com isso, os nossos engenheiros poderão, em breve, desenvolver totalmente a plataforma (hardware e software) com menor custo operacional e, mais que isso, desenvolver localmente novas tecnologias acopladas à essa plataforma do celular, como TV Digital e transações seguras com assinatura digital, via celular” – conclui.

Informações Técnicas

- O Modelo escolhido foi o celular LG MG 230D, GSM/GPRS, frequencia 850/1800/1900 MHz (triband). (modelo comercial Black crystal da Vivo)

- Plataforma de hardware ADI (Analog Devices) geração 2,5G.

- GSM/GPRS é uma tecnologia mais avançada que a GSM

O que é GSM (Global System for Mobile Communications, ou Sistema Global para Comunicações Móveis) É uma tecnologia móvel e o padrão mais popular para celulares do mundo. Telefones GSM são usados por mais de um bilhão de pessoas em mais de 200 países. A onipresença do sistema GSM faz com que o roaming internacional seja muito comum através de "acordos de roaming" entre operadoras de celular. O GSM diferencia-se muito de seus predecessores sendo que o sinal e os canais de voz são digitais, o que significa que o GSM é visto como um sistema de celular de segunda geração (2.5G). Este fato também significa que a comunicação de dados foi acoplada ao sistema logo no início.

O que é GPRS - General Packet Radio Service É uma tecnologia que aumenta as taxas de transferência de dados nas redes GSM existentes. Esta permite o transporte de dados por pacotes (Comutação por pacotes). Sendo assim, o GPRS oferece uma taxa de transferência de dados muito mais elevada que as taxas de transferência das tecnologias anteriores, que usavam comutação por circuito, que eram em torno de 12kbps. Já o GPRS, em situações ideais, pode ultrapassar a marca dos 170kbps. No entanto na prática, essa taxa está em torno dos 40 kbps.

Voltar